[email protected] +55 11 3280-0301

Aplicativos para empresas: Tudo que você precisa saber!

Quais são os canais de comunicação da sua empresa com os clientes? Telefone, site, atendimento presencial, visita técnica? Não te parece que está faltando alguma coisa? Sim, está faltando um APP (sigla para aplicativo). Os aplicativos para empresas são o canal da vez para aproximar a sua empresa dos clientes e agilizar as comunicações e interações com eles.

Mas, a aplicabilidade dos APPs não para por aí! A popularização dos dispositivos eletrônicos móveis — tablets e smartphones — mudou a forma de interação entre pessoas e processos e intensificou o uso dos recursos tecnológicos por um maior número de indivíduos. Com isso, surgiram novas oportunidades para alavancar vendas e otimizar processos internos das empresas.

Neste artigo você descobrirá tudo o que precisa saber sobre aplicativos para empresas, então, fique atento e coloque a sua empresa em vantagem em relação à concorrência!

O QUE SÃO APLICATIVOS PARA EMPRESAS (CORPORATIVOS)?
São softwares desenvolvidos para instalação em dispositivos móveis, feitos para facilitar o dia a dia do cliente de uma empresa e também para facilitar a vida dos colaboradores da organização, oferecendo um canal de comunicação ágil, disponível para ser utilizado de qualquer lugar, a qualquer dia e hora (escala 24/7) e com funcionalidades específicas para diversas situações de interatividade.

Por ser um software residente no dispositivo móvel, ele utiliza os recursos disponíveis no equipamento —plataforma, câmera, geolocalização, etc., tornando a experiência do usuário do APP muito superior à de acessar um site — tem melhor desempenho, mais funcionalidades disponíveis e maior usabilidade.

O APP deve ter versões disponíveis para funcionar nas diferentes plataformas dos dispositivos móveis — IOS, Android ou Windows Phone, a fim de assegurar a acessibilidade a todos os clientes e colaboradores, independentemente do modelo de dispositivo móvel que eles possuam.

Os aplicativos corporativos são disponibilizados nas lojas virtuais Google Play, Apple Store ou Windows Store para os usuários fazerem download em seu smartphone ou tablet e começarem a desfrutar dos seus benefícios e praticidade.

PARA QUE SERVEM OS APLICATIVOS PARA EMPRESAS?
Os APPs móveis podem ter diversas funções, de acordo com o público que a empresa quer atender e com o processo corporativo que ela quer tornar interativo por meio do aplicativo, por exemplo:

aprimorar o atendimento e otimizar a prestação de serviços ao cliente, tendo como consequência a agilização da solução de problemas e a redução de filas e do número de colaboradores internos necessários para interação presencial com os clientes;
divulgar ações de marketing para atrair novos clientes e aumentar as vendas, assim como para reter os clientes que já estão na carteira comercial da empresa;
facilitar as vendas para o consumidor final, os distribuidores e representantes comerciais;
agilizar o registro de vendas pelo time comercial da empresa, que pode acessar o sistema corporativo de informática e realizar os trâmites internos de qualquer lugar onde estejam, aumentando o tempo disponível da força de vendas para realizar mais negócios;
facilitar os contatos e transações comerciais com fornecedores;
melhorar a interação com parceiros de negócios; e
automatizar processos corporativos diversos, disponibilizando acesso remoto para os colaboradores da organização.
Todas estas funções são realizadas em tempo real, satisfazendo as necessidades do usuário do aplicativo e da organização que o disponibilizou, proporcionando ampliação da escala de negócios e reduzindo o custo operacional das transações realizadas.

Alguns aplicativos podem ser programados para funcionar também offline, com o objetivo de garantir que seu uso seja oportuno, mesmo quando não haja uma conexão com a internet disponível. Nestes casos, assim que possível, o usuário acessa a internet e sincroniza os dados com a base de dados corporativa.

Essa possibilidade é muito útil para aqueles funcionários que realizam tarefas externas, como vendedores e equipes de assistência técnica, que ficam desincumbidos de transportar toda aquela papelada para registro dos atendimentos realizados, passando a fazê-lo diretamente no APP esteja ele online ou offline. Que evolução, hein?

QUAIS OS BENEFÍCIOS PARA A MINHA EMPRESA?
São muitos os benefícios de ter um APP, entre eles podemos citar:

REFORÇO DA SUA MARCA
A experiência com o aplicativo aproxima sua empresa dos clientes, fornecedores, colaboradores e demais contatos comerciais da empresa, reforçando os laços de amizade com a sua organização e mantendo a sua marca em evidência nas telas dos smartphones e tablets e nas mentes dos usuários.

Sua marca será a primeira opção lembrada pelo usuário do dispositivo móvel, pelo fato de estar ao alcance da sua mão e posteriormente, quando se habituar ao uso do APP, pelo fato de lhe proporcionar uma boa experiência de consumo ou de trabalho.

INTENSIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE MARKETING
Com o aplicativo é possível divulgar instantaneamente as campanhas publicitárias, os lançamentos de produtos e serviços, as ofertas e descontos – que podem ser exclusivos para os usuários do APP, os programas de fidelização de clientes, os eventos promovidos ou patrocinados pela sua empresa, enfim, as ações de marketing para engajamento de clientes e ampliação de vendas.

MAIOR ENGAJAMENTO E FIDELIZAÇÃO DOS CLIENTES
O aplicativo torna rápido e fácil o acesso aos produtos, serviços, blog e redes sociais da empresa, intensificando as relações com o cliente, promovendo maior engajamento dele com os conteúdos informativos disponibilizados e aumentando as chances de sua fidelização.

MAIOR COMPETITIVIDADE DA EMPRESA
O APP proporciona aos clientes uma cesta de serviços para autoatendimento, tornando sua interação com a empresa extremamente prática e ágil e permite que eles obtenham diversas informações e realizem diversas transações comerciais de forma instantânea com a sua organização.

O aplicativo corporativo também agiliza as transações dos colaboradores, vendedores, parceiros, fornecedores e demais agentes que interagem com a sua empresa, reduzindo os trâmites burocráticos e minimizando os custos associados — infraestrutura física, gastos com deslocamento, impressão de documentos, entre outros.

Toda esta praticidade nas transações internas e externas da empresa aumentam a sua competitividade e ajudam a romper fronteiras geográficas, ampliando o seu alcance de mercado, assim como romper limitações de horário de expediente, permitindo que as transações possam ser feitas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

MAIOR PRODUTIVIDADE DAS EQUIPES DE TRABALHO
Quando o aplicativo se destina à otimização dos processos internos, é possível aos colaboradores da empresa utilizarem os sistemas informatizados corporativos — gestão de RH, financeiro, compras, vendas e outros — por acesso remoto, diretamente de seus dispositivos móveis.

Mesmo em deslocamento (viagens ou reuniões externas), as equipes internas podem acessar os sistemas corporativos e realizar suas tarefas, gerando aumento da produtividade, já que não precisam aguardar o retorno ao escritório para ter esta possibilidade.

IMPLANTAÇÃO DO HOME OFFICE
Uma das grandes vantagens do uso do aplicativo para otimização de processos é que os colaboradores podem aderir ao home office — trabalhar para a empresa de casa, sem ter que se deslocar para o escritório empresarial.

O uso desta ferramenta para esta finalidade traz economia para a empresa com a redução de custos operacionais — por exemplo, despesas com vale-transporte, consumo de energia elétrica e água, disponibilidade de computadores, dentre outras. E, também, incremento na qualidade de vida dos colaboradores, que não têm que se estressar diariamente no trânsito caótico das grandes cidades.

COMO ELES AFETAM A ROTINA DOS COLABORADORES?
Quando a empresa decide desenvolver um aplicativo corporativo, a rotina dos colaboradores será impactada de diferentes formas ao longo das etapas de realização desde importante projeto. Trata-se do envolvimento necessário da sua equipe, que facilmente será incorporado às atividades do dia a dia. Vejamos como:

NA CONCEPÇÃO DA IDEIA
A equipe interna tem que definir o objetivo do aplicativo e entender quais processos organizacionais serão afetados — modificados ou integrados — em função deste novo software.

E a direção da empresa precisa estabelecer quais colaboradores serão envolvidos e, especialmente, quem será designado para coordenar o projeto e ser mediador das comunicações entre as pessoas internas e externas.

Se tem um ponto importantíssimo neste projeto é a comunicação entre a sua organização e a empresa que será contratada para desenvolver o aplicativo, para que flua sem interrupções ou distorções, assegurando que tudo dê certo ao longo de todo o convívio que será estabelecido.

NA SELEÇÃO DO DESENVOLVEDOR
O APP corporativo não pode ser desenvolvido por nenhum amador, tem que ser confiado a uma empresa especializada, que tenha experiência e conhecimento tecnológico e de processos empresariais para que a sua empresa consiga alcançar os resultados esperados.

Sua equipe precisa realizar esta tarefa com muito cuidado, tanto que detalharemos mais à frente o que levar em conta neste importante momento de escolher uma empresa de desenvolvimento de aplicativos.

NO ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO
Na hora de especificar o aplicativo, aprimorando a ideia e lhe dando corpo, os colaboradores internos deverão interagir com a empresa desenvolvedora e deverão, ainda, acompanhar de perto cada etapa de realização e validação do projeto até a sua publicação nas lojas virtuais. Em todo este ciclo, os colaboradores precisam fornecer informações e auxiliar na tomada de decisões relacionadas ao projeto do APP.

Uma das equipes mais requisitadas será a de TI, independentemente do objetivo do APP, pois suas interações com os aplicativos pré-existentes terão que ser viabilizadas para evitar redundância de dados e simplificar os processos corporativos, automatizando o máximo de ações decorrentes do uso do APP.

NA DIVULGAÇÃO DO APP
Uma vez publicado o aplicativo corporativo, seus colaboradores precisarão ser treinados para conhecer suas funções e modo de uso, a fim de que possam orientar os usuários que irão instalar o APP em seus aparelhos móveis ou mesmo para que se tornem usuários do software.

Eles também precisarão ser munidos de argumentos para convencer alguns potenciais usuários, que tenham resistência em instalar o APP em seus dispositivos eletrônicos.

Além disso, todos os canais de comunicação da organização devem ser utilizados para divulgar o aplicativo, a fim de que seu uso se torne popular o quanto antes e alcance, em curto prazo, todo o público alvo ao qual se destina.

NA MANUTENÇÃO E EVOLUÇÃO DO APP
Após o lançamento do APP, as informações que transitarem por ele deverão ser tratadas na organização pelos colaboradores que, eventualmente, terão que interagir pessoalmente com os usuários do aplicativo para esclarecer dúvidas, solucionar problemas, prestar informações complementares e finalizar atendimentos.

Além disso, as informações contidas no aplicativo precisarão ser atualizadas periodicamente pela sua equipe, para manter o interesse dos usuários e estimular a continuidade das interações com a sua empresa.

Ao longo da utilização do APP, novas ideias de melhorias nas funcionalidades podem ser sugeridas pelos colaboradores e usuários, que deverão ser negociadas com a empresa desenvolvedora para se tornarem realidade.

NA MOBILIDADE CORPORATIVA
No caso do aplicativo desenvolvido para uso dos colaboradores, estes ganharão mobilidade para realizar suas tarefas mesmo quando não estejam presentes na empresa, podendo, inclusive, interagir com outros colaboradores e os sistemas informatizados da organização instantaneamente.

Com este recurso, o compartilhamento de informações e a integração de pessoas em diferentes localidades geográficas, assim como a conexão entre pessoas e processos, ficam viabilizados com excelente custo-benefício.

Viu como os seus colaboradores serão sempre requisitados e terão papel fundamental para que o aplicativo seja bem-sucedido no alcance do objetivo para o qual foi concebido? Então, prepare a sua equipe para assumir estes novos desafios e usufruir de todos os benefícios do uso dos aplicativos para empresas.

QUAL É A IMPORTÂNCIA DE UM DESENVOLVEDOR ESPECIALIZADO?
O desenvolvimento de um APP deve ser feito por uma empresa especializada para garantir atualização tecnológica, arquitetura dinâmica e simplificada, funcionalidades adequadas, interfaces amigáveis, operação intuitiva, estabilidade e alto desempenho.

Uma empresa especializada em desenvolvimento de aplicativos, que tenha alto padrão de excelência, auxilia a sua empresa desde a concepção da ideia, a definição das funcionalidades, o estabelecimento das regras de negócio que regerão as transações gerenciadas no aplicativo, detalhamento dos mecanismos de interação com os usuários, o estabelecimento do padrão visual — design e a usabilidade, até o lançamento do APP. Tudo isto para aumentar as chances de sucesso do software.

No momento de contratar uma empresa especializada, siga os seguintes passos:

verifique o portfólio de APPs já desenvolvidos pela empresa e a relação de clientes com seus contatos, para conversar com eles e identificar o grau de satisfação com o trabalho realizado;
identifique a composição da equipe desenvolvedora. Se a equipe não tiver todos os profissionais necessários, o projeto poderá se tornar mais longo e dispendioso, com pessoas desempenhando um papel multifuncional ou pode até se tornar inviável, caso a empresa desenvolvedora esteja terceirizando o processo. Idealmente, a equipe básica deverá ser composta por:
Coordenador de Projetos – é responsável por gerenciar a equipe de desenvolvimento do aplicativo, distribuindo as tarefas, estabelecendo e controlando o cumprimento do cronograma do projeto.
Analista de Sistemas – é um profissional que tem experiência em desenvolvimento de software, que interage com o cliente e especifica por escrito o projeto a ser desenvolvido.
Arquiteto de Software – é responsável por definir a arquitetura técnica do software (definição dos componentes do APP, suas propriedades externas e seus relacionamentos e integrações com outros aplicativos).
Administrador de Banco de Dados – é o profissional que define a arquitetura dos bancos de dados, determina a rotina de instalação, configuração e monitoramento destas estruturas e faz o seu gerenciamento e atualização.
Front End Designer – elabora o desenho da interface visual do aplicativo, tornando-o amigável e de uso intuitivo.
Webdesigner – aplica o layout definido para a estrutura operacional do aplicativo.
Desenvolvedor/Programador – profissional que desenvolve o código fonte do software, que dará tratamento às regras de negócio estabelecidas pelo analista de sistemas, de acordo com a arquitetura determinada e fará a conexão das bases de dados com as interfaces visuais do APP.
Analista de testes – faz os testes de validação do aplicativo para certificar que a especificação do software foi atendida e a homologação do aplicativo para liberação para uso.
3. Levante todos os custos do projeto. Entre os custos mais usuais podemos citar: desenvolvimento do aplicativo, publicação nas lojas virtuais, manutenção, evolução e hospedagem em um servidor.

Lembre-se que o aplicativo será criado para uso por longo prazo e, portanto, terá custos mensais a partir de sua criação. E também demandará o envolvimento da sua equipe interna, para garantir que os resultados planejados sejam alcançados, manter atualizadas as informações nos painéis administrativos e de serviços de backend do aplicativo e interagir com os usuários do APP, sempre que necessário.

A tarefa de escolher uma empresa especializada para desenvolvimento do aplicativo deve ser realizada com calma, sem qualquer pressa, para que sua organização tenha maior sucesso.

Afinal de contas, será estabelecida uma parceria de longa duração entre os envolvidos no projeto do APP e você precisa ter certeza de estar contratando um prestador de serviços realmente profissional e que reúna a expertise necessário para atender às necessidades da sua organização.

EM QUANTO TEMPO MEU APLICATIVO SERÁ DESENVOLVIDO?
Apesar de ser um projeto importante e que gera bons resultados, o desenvolvimento de um aplicativo pode acontecer entre quatro meses a um ano, dependendo da complexidade e abrangência necessária, por que as empresas especializadas utilizam técnicas de gestão ágil de projetos, tal como a metodologia SCRUM. Muito menos tempo do que poderia se supor, não é mesmo?

Com um bom planejamento das etapas de desenvolvimento do aplicativo e uma boa gestão do cronograma físico-financeiro do projeto, os prazos serão cumpridos, os custos serão mantidos e o sucesso será inevitável!

COMO MANTER A SEGURANÇA DAS INFORMAÇÕES?
Os principais atributos necessários para preservação da segurança das informações são:

confidencialidade – dados sigilosos devem ser preservados e só podem ser acessados por pessoas autorizadas.
integridade – as informações devem estar completas e não podem sofrer alterações entre sua origem (smartphone/tablet) e seu destino (banco de dados corporativo).
autenticidade – o responsável pela geração e manipulação da informação tem que ser validado como autêntico (verdadeiro), para evitar fraudes por hackers.
disponibilidade – sempre que a informação for solicitada pela pessoa que tem direito ao seu uso, deve estar disponível para consulta e/ou atualização, de acordo com as permissões de acesso do usuário.
Um APP, como qualquer outro software, tem que ser desenvolvido levando em consideração a proteção das informações, já que os aplicativos móveis são portais de acesso remoto às bases de dados corporativas.

Como os aplicativos são distribuídos nas lojas virtuais a todos os interessados, existe uma certa vulnerabilidade a usuários mal-intencionados. Nada que não possa ser contornado com uma boa política de segurança da informação.

Para evitar ataques cibernéticos à infraestrutura de TI (tecnologia da informação) que será acessada pelos usuários do APP, a empresa precisa dispor de mecanismos de segurança na retaguarda, tais como:

Antivírus – para impedir que vírus e malwares danifiquem ou apaguem os dados.
Gateway, firewall e detector de intrusões – para bloquear acessos indevidos a dados e invasões.
Backup, nobreak e analisador de tráfego – para evitar a perda de dados e manter a informação disponível.
Criptografia – para restringir a leitura de dados somente a pessoas autorizadas.
Chave de acesso, assinatura digital e senhas fortes – estes mecanismos de autenticação múltiplos auxiliam no bloqueio de intrusos.
Caso a sua empresa não disponha desta infraestrutura, poderá contratá-la por meio de prestadores de serviços de computação na nuvem. Em alguns casos, o próprio desenvolvedor do aplicativo oferece esta opção. O custo é baixo, frente ao benefício que será obtido.

Outra boa conduta de manutenção da segurança da informação para proteção da linha de frente é a instalação de antivírus e senhas de bloqueio nos celulares e tablets corporativos fornecidos aos colaboradores da organização para prevenir o roubo de informações online ou quando o aparelho for perdido ou roubado.

Tanto os usuários dos aplicativos corporativos quanto as empresas que os disponibilizam, ganham em tranquilidade quando confiam na segurança das informações que trafegam por meio do APP.

A dinâmica das interações corporativas das empresas com seus clientes, colaboradores, parceiros e outros agentes de negócios mudou intensamente com o surgimento dos dispositivos móveis e trouxe à cena os aplicativos para empresas, necessários para viabilizar o aumento das vendas, a mobilidade corporativa, encurtar distâncias, simplificar processos, enxugar os custos operacionais e dar mais visibilidade à presença física e virtual da organização.

As organizações que possuem um APP saem na frente dos seus competidores e ganham a preferência dos clientes e demais usuários do software pela grande praticidade que oferece. Por isso, investir em aplicativos para empresas (corporativo) não é mais uma opção, é uma ação imprescindível para garantir a adequação tecnológica e a sustentabilidade do negócio.

Agora que você enriqueceu seus conhecimentos sobre aplicativos para empresas, que tal compartilhar estas informações com seus amigos nas redes sociais?